Publicidade

segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015 Câmbio, Crise Brasileira | 13:53

Taxa de câmbio X déficit externo

Compartilhe: Twitter

O misterioso Economista X, cuja identidade é desconhecida por todos, enquanto a competência é amplamente reconhecida,  cedeu este gráfico:

 

cccambio

 

 

 

 

 

Ele modelou ( gráfico azul) qual deveria ser o déficit em conta corrente em função do desvio da taxa de câmbio da sua paridade  média histórica. Quando o R$ está valorizado ( abaixo de zero na escala da esquerda), o déficit fica maior ( mais negativo) na escala da direita. SE o desvio cair para zero, pelo modelo, teríamos um déficit externo de 2% do PIB 30 meses depois. Como hoje a taxa de câmbio efetiva está bem próxima da paridade de longo prazo ( desvio perto de zero),  o gráfico azul prevê que  nosso déficit deve estar perto do seu pico e irá se reduzir gradualmente até 2018 ( marcado em amarelo).

Será que o misterioso Economista X acertará desta vez?

Não percam os próximos capítulos. E vejam qual a fantasia que o Economista X usou este ano na Sapucaí:

 

corredorx

 

Obs: O M é de  econoMetria.

 

 

Autor: Tags:

8 comentários | Comentar

  1. 58 Galo cego 23/02/2015 21:48

    O Gallo meu filho,a coisa está parando demais,não está sentindo isso não?Já está assustando.

  2. 57 Michel 23/02/2015 10:41

    Acho que sei quem é o economista X: é um dos budget hawks que começaram a chegar à Esplanada junto com o Levy: https://www.flickr.com/photos/131416161@N05/16622527642/

  3. 56 Ezequiel Alves 22/02/2015 11:43

    Bem pela atuação que o Levy esta tendo me parece que ele ta trabalhando mais como função de primeiro ministro do Brasil do que como ministro da fazenda.

  4. 55 Ezequiel Alves 20/02/2015 13:11

    Qual seria a consequencia do desemprego no Brasil aumentar muito, em especial em relação a previdencia?
    E uma desvalorização do real não dificultaria ainda mais pro governo a obtenção de emprestimo do exterior para investimentos com menos dólares no Brasil?

    • Ricardo Gallo 24/02/2015 16:43

      a. desemprego piora sim contas da previdencia. seria mais um problema
      b. nao. o governo de fato ganho com dolar mais alto pois tem as reservas. e o governo se financia em r$ aqui no brasil. e o governo não investe quase nada < de 2% do PIB

  5. 54 Ezequiel Alves 19/02/2015 15:35

    Bem o Brasil é autosuficiente em petróleo mas não é tão autosuficiente quando se trata em extrair os derivados do petróleo. Há dois tipos de petróleo que é extraído no mundo, o “petróle leve”, onde é extraído gasolina, querosene e seus derivados e o “petróleo pesado” onde é extraído asfalto, graxa, óleo pra motor e outros derivados e o nosso petróleo é o pesado. Esse tipo petróleo sairia muito mais caro extrair gasolina e outros derivados, por isso que esse petróleo extraído do Brasil é normalmente exportado para outros países pois conpensa muito mais. E a gasolina e seus derivados é importada de outros países. Um exemplo de “petróleo leve” é o que é extraído da Venezuela.

    • Ricardo Gallo 19/02/2015 16:26

      sim, mas no final a diferença é frete e crack spread.

  6. 53 reflexao 19/02/2015 11:13

    Ricardo Gallo 17/02/2015 15:59

    estatizar o crédito não seria um problema se:

    a. as decisões de credito do governo fossem baseadas em critérios econômicos e não políticos.
    b. os bancos estatais pudessem conceder a seus executivos as mesmas remunerações e incentivos que seus competidores dão no setor bancário privado;
    c. no caso de perdas, os bancos estatais não pudessem recorrer aos cofres do Tesouro estando assim sujeitos às mesmas regras dos outros bancos;
    d. a governança de tais instituições fosse sólida o suficiente para isolar seus gestores profissionais de pressões políticas

    Mas:
    a – os bancos públicos estão aí justamente para fazer política.
    b – os executivos dos bancos públicos são reconhecidos pela sua incompetência e se suas remunerações fossem pela produtividade eles teriam salários negativos.
    c – se não fosse assim, já estariam extintos.
    d – os bancos públicos estão aí justamente para fazer política.

    Resumindo, se o mercado fosse livre, os bancos públicos nem existiriam (nem se cogitaria).

    • Ricardo Gallo 19/02/2015 11:46

      eu fundamentalmente sou contra o estado participar em bancos ou empresas

      porem eu acho que ate daria para funcionar sim se fossem atendidas as condições acima

      nada impede do tesouro nacional ter acoes do Itau, ne? e deixar itau continuar a ser o itau, ne?

  7. 52 Ezequiel Alves 18/02/2015 13:21

    Na data desse comentário, estou com muito com algumas noticias que recebi sobre a Petrobras e a gasolina eextremamente frustrado:

    Ver vídeo:

    https://www.youtube.com/watch?v=pFdAfnUp3gY

    sendo que a maioria da gasolina é importado devia ter baixado como em todos os países do mundo eo que eu ouço é que só vai aumentar mais aínda mais.

    outro vídeo

    https://www.youtube.com/watch?v=uk8FQoR5QrE

    esse video só mostra o quanto o governo é tao mentiroso e manipulador das massas mesmo sabendo que é totalmente inviável economicamente a extração do pre-sal com o preço do petróleo muito baixo.

    Mais se eu pensar o tempo todo nas coisas ruíns que acontecem no Brasil eu enlouqueceria com certeza. Por isso eu tenho outro vídeo de uma cantora estrangeira que ama as pessoas do Brasil.

    https://www.youtube.com/watch?v=ClKE2vzTRXg

    • Ricardo Gallo 18/02/2015 20:30

      bem, ninguém reclamou quando o preço da gasolina ficou abaixo do preço cobrado la fora, como correu de 2011 a 2014…

      mas eu entendo sua enorme frustração e a compartilho.

      ps: a gasolina aqui vendida é na sua maioria produzida localmente e não importada ( importamos em derivados hoje cerca de 10% do que produzimos de petroleo)

  8. 51 Ezequiel Alves 17/02/2015 12:19

    O governo Brasil tem em seu poder e controle muitas empresas estatais, são elas Banco do Brasil, Caixa Economica, Correios, Petrobras e mais de 50% das ações da mineradora Vale. Qual seria a consequência se o governo possuísse 60% ou mais de todo o cédito em todo o Brasil, vale a pena fazer investimentos nessa condição?

    Numa outra situação extremamente impopular, privatizar as escolas e totalmente hospitais dos estados e contratar planos de pagamento deles através de licitações somente para pessoas pobres numa condição de escola e hospital acessível a todos, não gratuita, mesmo quetenhaque pagar 10 reais por mês durante anos. Isso saltaria muito de qualidade a nível dos países desenvolvidos a saúde e a educação além de poupar muito dinheiro além dos pais e os filhos valorizar aínda mais a educação aínda mais porque tem muita gente que tem condições de bancar ambos mas ainda sim pega esses serviços gratuitamente.

    • Ricardo Gallo 17/02/2015 15:59

      estatizar o crédito não seria um problema se:

      a. as decisões de credito do governo fossem baseadas em critérios econômicos e não políticos.
      b. os bancos estatais pudessem conceder a seus executivos as mesmas remunerações e incentivos que seus competidores dão no setor bancário privado;
      c. no caso de perdas, os bancos estatais não pudessem recorrer aos cofres do Tesouro estando assim sujeitos às mesmas regras dos outros bancos;
      d. a governança de tais instituições fosse sólida o suficiente para isolar seus gestores profissionais de pressões políticas

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.