Publicidade

sexta-feira, 13 de março de 2015 Câmbio, Crise Brasileira | 14:55

BC mais tímido + PT omisso = descontrole cambial

Compartilhe: Twitter

Parece que o mercado está rodando a 20 mil giros. Mal escrevo um post  e a realidade me atropela… vou precisar ser mais rápido nas postagens!

No meu último post ( ontem) :

http://ricardogallo.ig.com.br/index.php/2015/03/12/bc-caindo-na-real/

comentei sobre a mensagem mais leniente do BC do B em sua ata no sentido de indicar uma certa dose de “abandono”  das metas confirmadas pelo seu Presidente Tombini há alguns meses: 6,5% a.a. para este ano e 4,5% a.a. para 2016. Coloquei ali que o risco desta estratégia sinalizada nas entrelinhas da última ata do COPOM seria uma elevação maior do dólar. E à luz ( ou sombras??) das manifestações de rua planejadas para este fim de semana, das dificuldades do governo em negociar as medidas de ajuste fiscais defendidas pela Presidenta junto ao Congresso, da total falta de apoio do partido do governo ( PT) à Presidenta no que diz respeito às medidas por ela propostas, houve uma forte aceleração do processo de desvalorização do dólar, que já assume alguns contornos de descontrole cambial, como vimos em algumas situações em 2002 e 2008.

O mercado perdeu completamente a noção de qual seria a taxa de câmbio de equilíbrio. Ou seja, o processo de price finding no mercado cambial não está funcionando por culpa do governo. As expectativas de inflação estão se desancorando muito rapidamente em função da desvalorização cambial, o que acaba realimentando a elevação do dólar. E a dominância fiscal e política agrava este cenário.

Isto afeta muito a economia real. As informações que recebo sobre as vendas deste mês no varejo são preocupantes. Vários setores reportam quedas nas vendas de até 10% com relação ao ano passado.

Ou seja, a casa caiu!

A sensação que dá é que o governo patrocina uma desvalorização cambial, pois sabe que precisa reduzir os custos relativos internos ( reduzir o poder de compra dos salários), mas, ao mesmo tempo, não consegue ancorar as expectativas inflacionárias. O BC está sendo ineficaz na sua comunicação com o mercado.

Há fortes indícios que já há falta de oferta de recursos externos para o Brasil:

a. Coupon cambial de curto prazo bateu 3% ( chegou a ser negociado a 2% em janeiro): indica escassez de linhas externas para arbitragem de juros de curto prazo;

b. Nenhuma empresa brasileira consegue emitir papéis no exterior há vários meses;

c. Risco país saiu de 2% em janeiro para 3% a.a., já refletindo uma enorme chance de termos nossa nota de crédito rebaixada para nível especulativo.

E isto tudo com juros de dez anos nos EUA a 2% a.a. e abaixo de 0,5% na Europa….

Mesmo eu, que venho ao longo dos últimos 3 anos martelando sobre os equívocos da política econômica do então Ministro Mantega, não conseguiria imaginar uma deterioração nesta velocidade.

E quem vai pagar a conta? O povo. Como sempre. Quem ganha: quem guardou dinheiro, investiu com baixo risco, consumiu pouco,  poupou em dólares ou possui títulos indexados á inflação. Ou seja, como previsto, o experimento sócio desenvolvimentista estatizante afundou big time.  Quem seguiu o espírito animal, como pedia o Guido,  caiu na armadilha.

Meus pedidos:

Desenvolvimentistas: pelo o amor de Deus liguem para o pessoal do PT e não deixem a Presidenta na mão neste momento de ajuste fiscal!  Ouçam o que ela tem dito: o modelo anterior se esgotou! Acabou!

PT: vocês ganharam! Assumam agora os custos de governar! Não se omitam. Não sabotem a Presidenta que vocês elegeram. Quero ver a turma na rua com placas de apoio ao Ministro Levy e ao apoio fiscal!  A sua atitude de fingir de morto está criando este caos nos mercados. Assumam: vocês vão ou não apoiar as medidas da Presidenta? Presidente Lula, a Presidenta indicada pelo Senhor precisa de seu apoio nesta hora para conseguir fazer o pacote fiscal andar. Precisamos de sua manifestação de apoio.

Estatizantes: ajudem o novo Presidente da Petrobrás a vender os ativos da empresa para pagar as burrices que foram feitas lá e honrar as dívidas bilionárias da empresa acumuladas desde 2008!

Empresários da FIESPNDES: aprendam com a turma que comprou caminhão e percam esta mania de pedir juro baixo sem ajuste fiscal. Senão olha o que vai acontecer com a inflação!

Chegou a hora da verdade.  Como se reverte isto? Restaurando a credibilidade do BC e aprovando o ajuste fiscal no Congresso. Simples. Depende dos políticos do governo e congresso. Temos reservas e nossa dívida pública líquida não é tão grande. Logo, é fácil resolver. Basta o PT querer empurrar isto para frente e não fingir que não é com eles…

PS: dada a velocidade dos eventos lá vai meu endereço no tweeter: @RicardoGalloIG

 

casa_caindo

 

Autor: Tags:

4 comentários | Comentar

  1. 54 ezequiel alves 15/03/2015 22:19

    Realmente os protestos de domingo foi um sucesso, além de não terminar com violência e destruição essa foi até comparado com os protestos de 2013. Apesar de defender propostas que não concordo como impeatman e intervenção militar me sinto feliz que teve tanto sucesso. Foram feitos por pessoas conservadoras, por isso caráter pacífico e menos radical, que defendem mais uma racionalidade dos gastos públicos, uma maior liberdade financeira privada, redução de impostos. Bem não são as mesmas idéias dos economistas e do seu blog, mas é a direção mais certa que chagaram a essas conclusões. Tipo como: para calcular a potência de um número qualquer tem que primeiro aprender a contar os números a somar e a multiplicar. Se não aprendesse a somar dificilmente aprenderia a multiplicar e calcular a potência.

    Mas o que me preocupa é o caráter radical dos protestos, mas a Dilma também foi extremista nas campanhas eletorais talvez causando essa reação.

    A reação econômica do Brasil sera neutra por não ser relevante, positiva ou negativa diante desses protestos?

    • Ricardo Gallo 15/03/2015 23:49

      depende de como o governo reaja….

  2. 53 ezequiel alves 13/03/2015 17:45

    Bem nos teremos que aprender a conviver de alguma forma com essa crise, pelo que eu vejo os erros do passado vão persistir por mais tempo ainda mais porque nesse momento apesar do Brasil ter contribuido com a crise a culpa da valorização do dólar não é do Brasil, é da recuperação econômica americana pois o dolar se valorizou também em todas as moedas do mundo. E quem se endividou em dólar achando que pagaria mais barato se deu mau. E a recuperação econômica americana tem como consequência a ida de investidores para os EUA se livrando de países que tem desequilíbrios econômicos e políticos (qualquer semelhança ao Brasil é mera coicidência). E o Brasil mesmo com os juros mais alto do mundo sai perdendo investidor por conta da instabilidade politica. Mas se precisar de qualquer ajuda ou apoio, na medida do possível, eu estou disponível.

    • Ricardo Gallo 13/03/2015 18:17

      estamos todos disponíveis. com exceção do partido da presidente que a “defende” ao mesmo tempo que critica o ajuste fiscal por ela proposto

  3. 52 joao flavio 13/03/2015 15:58

    Eh cumpadre Gallo !

    E se ainda nao coça , vai coçar
    E se ainda nao arde , vai arder

    Para sintetizar tudo numa unica expresao , ai vai ela

    FUDEU !!!!!

    P.S. Quem manda nao ler as colunas do Ricardo Cassandra Gallo

    • Ricardo Gallo 13/03/2015 16:34

      cassandra? pior. ja me chamaram de terrorista e agente do capitalismo imperialista internacional

  4. 51 hudson 13/03/2015 15:53

    Quem vai ganhar? Eu queempre apostei contra esse governo rs

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.