Publicidade

quarta-feira, 16 de setembro de 2015 ataques especulativos, Crise Brasileira, Empresas, Investimentos | 14:50

A gigante estatal está virando sucata?

Compartilhe: Twitter

Veja o que aconteceu com os papéis de renda fixa (??)  emitidos pela nossa Petrobrás no exterior:

http://bicadasdogallo.blogspot.com.br/2015/09/nosso-mega-junk-bond.html

Triste.

Vamos fazer assim então:

  • vende a empresa
  • cobra um royalty enorme sobre cada barril extraído
  • pega esta grana e usa para financiar a previdência

Não gostou?  Então:

  • vamos ter que aumentar impostos & cortar gastos públicos para financiar a previdência, como proposto por Levy.
  • vamos ter que aumentar impostos novamente nos próximos anos para que o Estado possa capitalizar a empresa e ela continue com seus planos de investimento, pois novos empréstimos em dólares para a empresa estão custando mais de 9% a.a.  e ficarão cada vez mais escassos.
  • ou vamos ter entregar toda a produção futura de petróleo da empresa para os Chineses em troca de grana, como os Venezuelanos fizeram na PDVSA

Não gostou? Então:

  • Deixa o rombo do governo aumentar e o país perder acesso ao crédito externo como nos anos 90;
  • Corta os investimentos na Estatal;
  • Imprime moeda para financiar gasto público gerando uma hiperinflação, como nos anos anos 90;
  • E aprende a viver como os Argentinos e Venezuelanos, cheios de riquezas naturais, mas  em eterna crise.

Você decide.

Dureza né??

 

 

Autor: Tags:

5 comentários | Comentar

  1. 55 carlos 18/09/2015 16:42

    Quando a gigante estatal voltar ao patamar anterior eu volto a falar com vcs sobre isso novamente.

    • Ricardo Gallo 18/09/2015 17:25

      ps: hoje ela esta demitindo 5 mil terceirizados! e ofereceu 6% de aumento vs inflacao de mais de 9%….

      deve estar ruim…

    • Ricardo Gallo 18/09/2015 17:24

      Bom, não creio que estaremos vivos…. Você viu o que disse o presidente do conselho da empresa, colocado por Dilma lá? Voce tem um cartaozinho verde destes???

      Murilo Ferreira, que se licenciou esta semana da presidência do conselho de administração da Petrobras, fez ontem um desabafo a um interlocutor.

      “A Petrobrás não é do acionista majoritário, nem do acionista minoritário — ela é da corporação,” disse Ferreira, que também é o presidente da Vale.
      “Seu eu fosse morador de Nilópolis, São Gonçalo ou da Baixada [regiões pobres do Rio de Janeiro], eu ficaria revoltado com os tipos de privilégios que os funcionários conseguiram garantir para si mesmos.”
      Em seguida, meio constrangido, tirou da carteira um cartãozinho verde. “Sabe o que é isto? É um cartão com o qual eu vou a qualquer farmácia, pago apenas 15 reais e compro o medicamento que quiser. Nenhuma empresa particular no Brasil tem um cartão de convênio médico como esse. Eu nunca usei, senti vergonha.”

      E prosseguiu: “Na Vale, consegui tirar os carros dos diretores. Na Petrobrás não é possível diminuir qualquer coisa que a corporação não queira.”
      Esse espírito de corpo, segundo Murilo, “não permite imaginar que qualquer coisa vá mudar lá.”
      E, fazendo referência a um prêmio internacional que ganhou como CEO da Vale, disse, “Eu não poderia arriscar minha reputação continuando ali.”

  2. 54 carlos 16/09/2015 20:44

    Para vcs a solução da crise financeira é vender a Petrobras? Tenho pra mim, que a solução dessa crise não é somente isso, além de que seria um erro enorme vender um ativo em um momento de de crise como este. Tem outras formas de conseguir receitas, tal como :taxar mais os bancos (duvido que exista lugar no mundo onde eles lucrem tanto).

    • XG 17/09/2015 12:41

      E Freud explica.

      Sobre os bancos lucrarem tanto, todos os bancos. Acho que conhecer o mínimo de como as coisas funcionam ajuda bastante no entendimento : http://www.mises.org.br/Article.aspx?id=1387

      Se você ver bem, é só banco central injetar, expandir e crédito e boom! Altos lucros!

    • Ricardo Gallo 17/09/2015 13:33

      meu caro, nao lute contra a dissonância cognitiva da esquerda… não perca seu tempo. eu ja desisti… só rindo. hahahah

    • XG 17/09/2015 9:12

      Em que ponto falou-se que vender petrobras iria resolver a “crise financeira”?

      Galera não entende que governo taxar mais é encher balde de água furado? Tem que cortar coisas que não cabem ao estado! pelo amor de Deus

    • Ricardo Gallo 17/09/2015 11:29

      mr xg, exattttaaaaammmmenteeee. endosso 2278% suas palavras.

      a população desenvolvimento esquerdista está com dificuldade cognitiva….

      não caíram na real que quebraram

      chama-se fase da negação!!!

    • Ricardo Gallo 17/09/2015 0:59

      hahaha

      voce taxa os bancos e eles repassam os impostos nos juros cobrados.

      quem paga é o tomador do crédito.

      de fato deveriamos ter vendido a Petrobras la atras quando petróleo bateu 100

      hoje, no estado paupérrimo que companhias estah, ela nao vale nada mesmo. o governo destruiu a empresa.

      ps: 3 dos 6 maiores bancos do Brasil são estatais. se vce tributar os bancos estara tirando de um bolso pra por noutro. outra sugestão tributária? desapropriação do bradesco e itau???

      vamos tributar os colunistas!

      os leitores ?

      ou os patos dos contribuintes que financiaram a gastança populista do PT e a corrupção !!!

      eu sou um destes patos!!

  3. 53 Ezequiel Alves 16/09/2015 20:22

    O Getulio Vargas deve esta mais revirado no túmulo dele do que antes vendo a empresa estatal que criou falindo. Bem eu tinha dito nos comentários passado que era melhor vender a petrobrás enquanto valia alguma coisa. Isso foi no dia que eu achava que as pessoas entenderia os problemas e aceitaria uma solução mais lógica. Aínda assim a Petrobras é considerado a bandeira e símbolo da nação, a principal identidade do Brasil como é no futebol e símbolo de inclusão social. A venda vai muito além da questão política, talvez precisaremos de uma guerra civil bem sangrenta para que a venda seja possível porque o radicalismo em torno disso será enorme. Uma ignorância violenta e autoritária e fanática.

    Se você costuma ler o jornal na internet e lê os comentários das reportagens vai entender o que quero dizer.

  4. 52 Luiz Almeida 16/09/2015 17:02

    Prezado Gallo
    Como já disse, os cupons desses bônus não se alteram com a cotação. A rolagem é mais séria, mas nada que nos faça passar o pires ao FMI como tantas e tantas vezes, inclusive pelos que hoje estão dizendo o que deve e não deve ser feito.
    Agora, currar os velhinhos não é decente, e sem decência não há nação. Pode até haver um Estado, mas nação…
    Grande abraço.

    • Ricardo Gallo 16/09/2015 18:22

      ninguem nos manda ou nos obriga a nada. somos soberanos.

      trata-se de uma escolha que cabe a nos fazermos. como coube ao povo grego. se nao fizermos um ajuste fiscal ninguem la fora ira investir ou emprestar para nos. simples. assim que funciona o capitalismo. a gente pode, sem duvida, escolher ficar sem acesso aos mercados globais de capitais, como argentina e venezuela fizeram.

      Brasil nao depende mais do FMi mas depende de uns 60 bi / ano de fluxo de investimentos para fechar seu deficit externo…. e lembro que o maior pacote que fmi ja nos emprestou foi de 40 bizinho….

    • Ricardo Gallo 16/09/2015 18:19

      1. os cupons nao se alteram mas seu preco fluta e portanto seu yield / custo de rolagem aumenta barbaramente. e petrobras nao esta gerando caixa…. vai precisar tomar uns 50 bi nos 2 ou 3 proximos anos….

      2. rolagem depende da vontade de bancos privados e investidores internacionais, algo que com perda de grau de investimento despencou. veja numero de emissoes externas que tivemos este ano….

      3. a desvalorização cambial aumenta o valor da divida da petrobras , afetando suas notas de credito, linhas de credito com bancos privados ( limite de concentração sao fixados em R$ nos bancos brasileiros) , covenants contratuais, medidas de leverage como net debt / ebitda e portanto, custo de financiamento da empresa

      4. os coupons destes dividas sao devidos em dolar: ou seja, servico da divida aumentou 60% de janeiro para cá. piorando o interest coverage bastante

      5. empresa tem o grosso de seu faturamento em reais ( preco da gasolina de fato nao segue precos internacionais), ou seja, tem descasamento estrutural em seu balanco

      6. em nao currei nenhum velhinho. nao entendi… mas defendo sim uma reforma da previdência, para quem ainda nao se aposentou, e o fim da indexação dos benefícios previdenciários ao salario minimo, para liberar recursos orcamentarios para gasto com saude ( dos velhinhos inclusive ) e educacao dos novinhos….

  5. 51 PB 16/09/2015 15:56

    Gostando de ver finalmente o surgimento de ideias realistas: Venda-se a Petrobras; Como Murilo Ferreira disse… a Petrobras atualmente nem é do acionista majoritário nem do minoritário. É uma empresa cujos empregados obtem ganhos e benefícios inexistentes em outros lugares, sem qualquer constrangimento.

    Se a empresa não serve ao País, gerando lucros, então venda-se ! Igual se deve vender o jatinho presidencial, um símbolo de status, da mesma forma que famílias brasileiras entregam seus bens para pagar dívidas e economizar.

    • Ricardo Gallo 16/09/2015 16:03

      eu tenho tentado ao longo destes 3 anos ser realista, levando em conta realidade politica e situaçao economica. e tal ideia ha 2 ou 3 anos seria completamente nonsense. hoje pode ser bem mais viavel….

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.