Publicidade

terça-feira, 22 de setembro de 2015 Impostos, Politica Economica, utilidade | 19:53

Carga tributária alemã e eficiência estatal grega

Compartilhe: Twitter

Para quem ainda acha que não pagamos muitos impostos, vale a pena ler:

http://bicadasdogallo.blogspot.com.br/2015/09/haja-imposto.html

E antes que a turma da esquerda festiva venha com o papo de que “temos que tributar os ricos, patrimônio, grandes fortunas, andar de cima, altos salários, dividendos, etc”,  eu proponho :

  • tribute o “andar de cima” sim, mas corte ao mesmo tempo o PIS/Cofins das empresas mantendo carga tributária inalterada;
  • acabe com aumento do CPMF e faça todo ajuste fiscal cortando gastos, sem aumentar carga tributária.
  • congele gastos públicos onde estão hoje e só permita que subam em linha com o PIB nominal.

Que tal? Não venham com esta conversa de justiça social/tributária para justificar mais um aumento da carga tributária a esta altura. Não é preciso aumentar a carga para tornar impostos mais progressivos…

Áaaaaa… Eu ia me esquecendo!  Veja abaixo o ranking de eficiência do governo, de acordo com pesquisa do WEF, onde quanto maior o índice, maior a eficiência do Estado:

 

govefficiencia

 

 

Nós estamos lá embaixo ( seta verde) junto à Grécia.

Pessoal, nós não somos patobuintes não. A farra acabou! Não vamos mais financiar este estado gigante & ineficiente .

 

pato

 

Autor: Tags:

2 comentários | Comentar

  1. 52 Andre 24/09/2015 15:47

    E você está reclamando? Olha só a Itália…kkkkk

    • Ricardo Gallo 24/09/2015 18:22

      verdade!!!!!!! tem sempre alguem pior….

  2. 51 Ezequiel Alves 23/09/2015 20:26

    Tem uma matéria intressante que tirei do vídeo sobre impostos:

    QUANTO MAIS IMPOSTOS PIOR – CURVA DE LAFFER

    link: http://www.youtube.com/watch?v=C_9tBN73Fng

    Esse vídeo fala da porcentagem do imposto tem sobe a arrecadação de impostos.

    A Curva de Laffer se trata de um gráfico muito estudado por pesquisadores onde a linha horizontal representa o quanto que o contribuinte paga de impostos e a linha vertical representa o quanto que o governo arrecada e a linha diagonal éa relação do quanto o contribuintes pagam e quanto o governo arrecada. O 0% de de taxa é o equivalente ao governo não recebernada de impostos e a taxa de 100% é o equivalente a pessoa dar todo o seu dinheiro ao governosem ficar com nenhum centavo que curiosamente a arrecadação fica zero.O que me chamou atenção nessa pesquisa é que quando a porcentagem do contribuinte chega a ser maior, a arrecadação começa a desacelerar ou diminuir. A arrecadação cai quando a porcentagem de impostos pagos chega a 50 ou a 35% e acima dessas porcentagens a arrecadação despenca mais até chegar aos 100% onde a arrecadação fica zero.

    Seria o equivalente a tributar mais um produto importado que passa de 60% a 100% e esse aumento fazer despencar a venda de importados e tendo como consequencia arrecadar bem menos que quanto tinha 60%
    Não sei se é uma teoria válida, pois se for quer dizer que o governo poderia arrecadar mais dinheiro se os impostos fossem menor e que aumentar impostos diminuiria mais a arrecadação.

    De qualquer maneira seria interessante Ricardo fazer um post sobre a Curva de Laffer pra confirmar ou desmentir essa teoria

    • Ricardo Gallo 23/09/2015 21:55

      quem sou eu para validar este conceito.
      de fato há um número otimo de carga tributária. porem depende de opções políticas e da qualidade do gasto publico: consumo ou investimento público

      a decisao de qto tributar impacta crescimento futuro.

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.