Publicidade

quarta-feira, 30 de setembro de 2015 Crise Brasileira, Empresas | 13:59

Petrobrás: um enorme desafio pela frente

Compartilhe: Twitter

Veja no link abaixo o tamanho do desafio que o governo tem pela frente para arrumar as finanças da empresa:

http://bicadasdogallo.blogspot.com.br/2015/09/precisamos-falar-sobre-petrobras.html

Pela decisão recente da empresa de aumentar os preços dos combustíveis acima da paridade internacional,  creio que o governo percebeu a urgência problema e o risco de contágio que a empresa representa hoje para o resto do mercado de crédito. Porém vai ser preciso fazer muito mais. A situação está muito delicada, como se vê no gráfico abaixo, que mostra a evolução recente do preço dos seus títulos de longo prazo, que desabaram 30% nos últimos meses e estão sendo negociados com desconto de mais de 40% sobre seu valor de resgate:

 

petro43

 

 

 

 

 

 

 

 

Autor: Tags:

3 comentários | Comentar

  1. 53 Alexander Mattos 03/10/2015 16:05

    Como conciliar interesses de uma empresa que ao mesmo tempo tem a tarefa de como parte do governo: administrar um monopólio, gerar receitas para o governo, promover o desenvolvimento do país e gerar empregos, regular o mercado doméstico de derivados, controlar preços e a inflação. E como empresa aberta: oferecer dividendos aos acionistas, lucrar, ser eficiente e transparente. Não seriam responsabilidades demais para uma empresa que cresceu demais? Não seria a hora de abrir o mercado, vender parte da empresa e dividir a responsabilidade com o setor privado de maneira controlada?

    • Ricardo Gallo 03/10/2015 17:38

      sem dúvida… precisa impor disciplina de mercado em suas decisões empresariais. senão ela quebra. simples assim.

  2. 52 Ezequiel Alves 01/10/2015 10:07

    A mineradora Vale é assim, é uma empresa privada, mas o governo é o maior acionista e manda naquilo tudo.

    • Ricardo Gallo 02/10/2015 18:48

      nao é bem assim….governanca da vale é bem melhor que na petrobras…e quem tem acoes la nao eh o governo é a previ, uma das fundaçoes melhores administradas no pais… a petro é controlada pelo tesouro… é muito diferente…

  3. 51 Ezequiel Alves 01/10/2015 10:04

    Talvez seja possível um tipo de privatização total da Petrobrás. Como o principal objetivo que eu gostaria é que as dívidas e os investimentos e outros gastos da petrobrás não sejam pagos com impostos dos contibuíntes, é possível a privatização, mas tendo como o governo o acionista principal da petrobrás, o governo tendo o controle das decisões da petroleira. E proibindo qualquer repasse do governo a petro a não ser em empréstimos a juros reais de mercado sem subsídio.Talvez assim diminua a revolta e a indignação ou até aja mais aceitação em torno da desestatização.

    Mas não sei se é possível transformar dividas publicas da petrobras em dívidas jurídica ou civil

    Mas talvez assim os problemas de dinheiro da petroleira seja mais isolado do governo e assim o próprio aprenda agir em como gerir uma grande empresa no mercado real e com isso aja muito mais confiança na petrobrás fazendo as ações da bolsa voltar a aumentar e diminuindoos custos para o investimento.

    • Ricardo Gallo 02/10/2015 18:55

      vamos la:

      a. privatizar é transferir controle. logo o que voce propoe nao faz sentido. o que voce propoe é a situacao atual…. e voce seria socio do governo numa empresa que ele manda mas o dinheiro é seu??? eu nao!!!

      b. voce esta assumindo que quem va comprar a empresa seja um idiota, que vai assumir dividas e prejuizos da empresa na bo: qualquer um que compre a empresa colocara no preço o valor das dividas e prejuizos futuros. é assim que funciona o capitalismo….

      c. petrobras nao tem divida publica: deve a bancos e investidores. ou seja, é divida como de qquer brasileiro ou brasileira…. tem que pagar ou quebra. simples. é assim que funciona….

      d. governo hoje ja empresta para petro atraves do bndes, bb e cef… e muito… logo nao da para evitar isto pois isto ja foi feito….

      Ou seja, unica coisa que da para garantir é que depois que empresa é privatizada governo nao precisara por mais nenhum centavo nela… mas o que ja emprestou e investiu… ai nao tem como tirar nao…. soh tira pelo preço que conseguir vender sua participaçao….

  1. ver todos os comentários

Os comentários do texto estão encerrados.